Eficiência Energética - Gestão de Perdas de Energia e Gerenciamento de Custos | Cursos SENAI Rio

Eficiência Energética - Gestão de Perdas de Energia e Gerenciamento de Custos

Este curso é dirigido aos profissionais responsáveis em melhorar o rendimento energético das instalações elétricas da empresa reduzindo suas despesas mensais com energia elétrica, sem comprometer a segurança, a qualidade do seu produto ou sua capacidade de produção. Conheça o conteúdo deste curso.

Pré-requisitos
- Ter concluído, no mínimo, o curso de Iniciação em Fundamentos de Eletricidade ou em Elementos de Eletrotécnica.

Carga Horária
24

Turmas Disponíveis


Início
13/04/2020

Término
20/04/2020

Parcelamento
1 x 446,95 à vista no momento da matrícula ou 12 x 37,25 no cartão

Valor
446,00


Dia da Semana Turno Horário
Segunda Noite 18:00 às 22:00
Terça Noite 18:00 às 22:00
Quarta Noite 18:00 às 22:00
Quinta Noite 18:00 às 22:00

Conteúdo

1.NOÇÕES GERAIS SOBRE FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA
1.1. Tensões de Fornecimento
1.2 Grupos Tarifários
1.3 Demanda (Kw
1.4 Consumo kWh - kvar
1.5 Tarifas de Energia Elétrica
1.6 Sistema Tarifário Convencional
1.7 Sistema Tarifário Horo-Sazonal
1.8 Ajuste de Fator de Potência
2. ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DO CONSUMO
2.1 Estabelecimento de Índices de Consumo
2.2 Monitoramento do Consumo
3. ANÁLISE DE PERDAS EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
3.1 Perdas nas Instalações Elétricas
3.2 Energia Ativa e Energia Reativa
3.3.1 Perdas em um transformador
3.4.1 Perdas ôhmicas devido às resistências elétricas dos componentes de um sistema da distribuição
3.4.1.1 Perdas ôhmicas em cabos condutores
3.4.1.2 Perdas ôhmicas em conexões elétricas
3.4.2 Redução das perdas ôhmicas em condutores
3.5 Motores Elétricos
3.5.1 Rendimento de motores de indução
3.5.2 Fator de potência de motores de indução
3.5.3 Escolha de um motor de indução
3.5.4 Operação de motores de indução visando o uso racional de energia elétrica
3.6 Iluminação
3.6.1 Características de um Bom Sistema de Iluminação
36.2 Unidades Fotométricas
3.6.3 Níveis de lluminância Recomendáveis
3.6.4 Tipos de Lâmpadas Usuais
3.6.5 Reatores
3.6.6 Luminárias e Difusores
3.6.7 Substituição de Lâmpadas
3.6.8 Medidas Práticas para Conservar Energia Elétrica na Iluminação
3.7 Fornos Elétricos, Estufas e Sistemas de Geração de Calor
3.7.1 Perdas de Energia nos Equipamentos de Aquecimento
3.7.2 Redução das perdas devido às características construtivas dos fornos elétricos
3.7.3 Economia de energia na operação do forno
3.7.3.1 Conservação de energia nas operações anteriores ao aquecimento
3.7.3.2 Conservação de energia durante o aquecimento do material
3.7.4 Sistemas de Produção de Calor
3.7.4.1 Geradores de Vapor
3.7.4.2 Geradores de Água Quente
3.7.4.2.1 Gerador de passagem
3.7.4.2.2 Gerador de passagem com acumulação
3.7.4.2.3 Gerador de acumulação (boiler
3.7.4.3 Linhas de Vapor
3.7.4.3.1 Otimização do Uso do Condensado
3.7.4.4 Gerador Elétrico de Ar Quente
3.7.4.5 Bomba de Calor
3.8 Sistemas de Refrigeração, Ar Comprimido, Ar Condicionado e Ventilação
3.8.1 Sistemas de Refrigeração
3.8.2 Bombeamento de Água
3.8.3 Sistemas de Ar Comprimido
3.8.4 Sistemas de Ar Condicionado e Ventilação
4. CORREÇÃO DO FATOR DE POTÊNCIA
4.1 Principais Causas do Baixo Fator de Potência
4.2 Conseqüências para a Instalação
4.3 Métodos de Correção do Fator de Potência
4.3.1 Correção do Fator de potência de Motores de Indução
4.3.1.1 Esquemas de ligação de bancos de capacitores de baixa tensão junto a motores de indução
5. CONTROLE DE DEMANDA
5.1 Conceito de demanda de potência
5.2 Programação de cargas elétricas
5.3 Controladores automáticos de demanda
5.4 Projeto para se instalar um sistema controlador de demanda em uma indústria
6. ADMINISTRAÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA
6.1 Projeto e construção da planta industrial
6.2 Programação e controle da produção
6.3 Especificação do produto
6.4 Aprimoramento dos processos produtivos
6.5 Qualidade do produto fabricado
6.6 Automação
6.7 Manutenção
6.8 Comissão Interna de Conservação de Energia - CICE
6.8.1 Introdução
6.8.2 Programa Interno de Conservação de Energia
6.8.3 Aspectos Administrativos
6.8.4 Orientações Gerais
6.8.5 Criação da CICE
6.8.5.1 Estrutura da CICE
6.8.5.2 Operacionalização da CICE
6.8.5.3 Atribuições da CICE
6.8.5.4 Necessidade de Pequenos Investimentos
6.8.5.5 Necessidade de Investimento Significativos
6.8.6 Gestão Energética
6.8.6.1 Acompanhamento do Consumo de Energia Elétrica
6.8.6.2 Consumo por Setores
6.8.6.3 Análise de Demanda
6.8.6.4 Fator de Carga
6.8.6.5 Tarifas de Energia Elétrica
6.8.6.6 Influência do Fator de Carga

Como se matricular

Verifique as Turmas Disponíveis de acordo com a unidade de sua preferência. Depois, basta ir ao local com a documentação necessária para efetuar a matrícula.*

*Atenção: para vagas de qualificação setorial, os candidatos deverão efetuar cadastro no curso de interesse, e os mesmos serão convocados pela Firjan SENAI, seguindo a ordem de cadastramento, para fins de complementação das turmas quando houver necessidade, não implicando em garantia da vaga.

Documentação necessária:
- Identidade;
- CPF;
- Certidão de nascimento ou RG (para maiores de 18 anos);
- Cópia do certificado de reservista (para maiores de 18 anos);
- Certificado de conclusão ou comprovação de matrícula no 2º ano do Ensino Médio;
- Histórico escolar;
- Comprovante de residência;
- Foto 3x4;

Para mais informações, entre em contato com os canais de relacionamento com o cliente: 0800 0231 231 | 4002 0231 (*Custo de ligação local) | faleconosco@firjan.com.br