Evento mostra como a Firjan SENAI prepara os alunos para o mercado de trabalho | Cursos SENAI RIO

Blog

Ao desembarcarem em uma Firjan SENAI no estado do Rio, nos dias 21 e 22 de novembro, os visitantes não conheceram apenas um centro de formação da indústria. Eles entraram em universo de inovação responsável por nortear as habilidades que o mercado exigirá dos profissionais do futuro.

No Instituto SENAI de Tecnologia Automação e Simulação da Firjan SENAI, em Benfica, por exemplo, os participantes assistiam a um grupo de estudantes comandar um drone, a uma turma exibir os potenciais de um aplicativo para automatizar sua casa, a uma impressora 3D surpreender com a capacidade de esculpir as mais diferentes peças. Este foi o Mundo SENAI, que levou as unidades em todo o Brasil a abrirem suas portas para estudantes conferirem o que a instituição tem a oferecer, produzir e ensinar.


Foram dois dias de palestras, workshops e oficinas gratuitas, que demonstraram as práticas das profissões industriais para quem busca orientação, a fim de se capacitar para conquistar um espaço no disputado mercado de trabalho ou se aperfeiçoar para se recolocar nele. Foram oferecidos ainda minicursos em áreas como robótica, metalmecânica e hidráulica. “São iniciativas focadas na linha do aperfeiçoamento, porque quem está no mercado quer melhorar para não perder espaço. A tecnologia é galopante e esses profissionais precisam acompanhar as rápidas mudanças”, explicou Edson Melo, gerente de Educação Profissional da Firjan SENAI.

No Mundo SENAI, os visitantes também puderam trocar ideias com estudantes e professores para conhecer os cursos e os novos processos de produção da indústria. Quem teve a oportunidade de conversar com Weslley Rodrigues dos Santos, 18 anos, comprovou como a Firjan SENAI contribui para encorajar os jovens a enfrentar os desafios dos futuros profissionais. “Eu sou aluno dos cursos de Mecânica de Refrigeração Domiciliar e Técnico em Mecânica, porque quero estar mais preparado e qualificado. Dessa maneira, sei que é muito mais fácil para eu conseguir um emprego”, acredita Weslley.

Formado em Mecânica e estudante do curso de Operação de Processos Industriais, Leonardo Gomes Veiga, 21 anos, reforça os elogios do colega. “Acho que a Firjan SENAI oferece ótimas oportunidades para quem quer se preparar melhor. Fazendo o curso, eu vou para o mercado de trabalho com um diferencial. Eu já atuo na área e me sinto em vantagem por conta do que aprendo aqui”, explicou Leonardo, que expôs um arduíno (uma plataforma de prototipagem eletrônica com funcionamento semelhante a um pequeno computador) programado para automação de uma casa, durante a Mostra Firjan SENAI de Projetos Integradores, que ocorreu paralelamente à programação do Mundo SENAI.

Durante a Mostra, exclusiva das unidades no estado do Rio, estudantes exibiram aos visitantes Projetos Integradores, abrindo um canal para que executivos e empresários se interessem em apoiá-los apoiar um deles ou em investir na formação dos alunos da Firjan SENAI. Esse foi o caso de Carlos Eduardo Assumpção, representante da Ladder Automação, distribuidora da Rockwell Automation e da Universal Robots. “A intenção é ver onde podemos ajudar a montar um laboratório no nosso segmento, se for o caso. Pois o que há é uma via de mão dupla, porque a Firjan SENAI capacita o profissional que a indústria demanda. Queremos poder trazer o que há de mais novo para a sala de aula e deixar o profissional cada vez mais preparado”, afirmou Assumpção.

Mundo SENAI ofereceu atividades que orientaram quem está começando em uma carreira, buscando uma orientação profissional ou desejando se aperfeiçoar

Weslley Rodrigues dos Santos recebe orientações capazes de prepará-lo para enfrentar os desafios do mercado | Fotos: Bruno Alencastro 

É esse contato próximo com as empresas que diferencia a Firjan SENAI, e a indústria acaba sendo o caminho natural dos alunos ali formados, seja em cursos técnicos, aperfeiçoamento ou educação profissional. De acordo com Sergio Matos, especialista técnico em Educação Profissional, o objetivo não é apenas capacitar o aluno para ser apenas um bom profissional, mas alguém capaz de buscar soluções. Um bom exemplo são os cursos inseridos no ambiente do FabLab, laboratórios de fabricação digital que estimulam a inovação. “O trabalho na Firjan SENAI, principalmente no FabLab, ajuda a dar formas às ideias. Esse laboratório é algo de muito valor, porque, além de levar os alunos a resolverem problemas reais da indústria, também desperta o empreendedorismo”, explicou Matos.

O desenvolvimento dessa habilidade se enquadra dentro de uma preocupação de Edson Melo. Para ele, é preciso que uma nova mente se abra no aluno. “O mercado de trabalho exige cada vez mais que o profissional saiba trabalhar em grupo, seja proativo e motivador. Tanto a qualidade técnica quanto a comportamental são fundamentais no mundo do trabalho. Isso, o Mundo SENAI mostrou bastante”, destacou o gerente de Educação Profissional da Firjan SENAI.