Alunos da Firjan SENAI apresentam propostas para a coleta de esgoto em Resende | Cursos SENAI RIO

Blog

Numa maratona de inovação, estudantes participaram nos dias 8, 9 e 10, do “Grand Prix Firjan SENAI Resende de ideias”. Três equipes multidisciplinares compostas por alunos da instituição se reuniram para propor soluções para o seguinte desafio: como ligar, na cidade de Resende, as residências que estão situadas abaixo dos níveis das ruas às redes de esgoto? 

A atividade foi uma parceria com a concessionária de água e esgoto do município, a Águas das Agulhas Negras. Hoje, cerca de 30% dos imóveis no município estão nesta situação, ou seja, não estão conectados aos coletores de esgoto por estarem abaixo do nível da rede, condição chamada tecnicamente de “Soleira negativa”. O descarte acaba muitas vezes por ser feito em corpos d’água locais. 

O projeto vencedor apresentou o sistema batizado de “Yellow Power” (poder amarelo na tradução literal do inglês), que é formado por um parafuso capaz de elevar, ao girar em torno do seu eixo, o esgoto a fim de que este alcance a rede coletora, ferramenta chamada de Parafuso de Arquimedes. A energia necessária para movê-lo virá de um cata-vento instalado na residência, que caberá transformar a energia eólica em mecânica. A iniciativa foi escolhida porque atende, principalmente, as condições de custo e manutenção, ficando acessíveis aos moradores, além de estar em linha com três dos 17 objetivos sustentáveis da agenda universal da ONU (Organização das Nações Unidas), que são água e saneamento, energias renováveis e produção e consumo sustentáveis. 

De acordo com a coordenadora da Firjan SENAI em Resende, Patrícia Paes, o Grand Prix foi muito produtivo, resultando em construção de conhecimento. “Nossos alunos puderam mostrar suas competências para atender a um problema da comunidade, que a empresa prestadora de serviços de água e esgoto buscava. A solução dos nossos estudantes foi equilibrada dentro das questões de sustentabilidade, custo e acessibilidade, se apresentando como viável para o morador instalar e fazer a manutenção. Agora esperamos que ela venha a ser implantada no município”, observou. 

As equipes ficaram confinadas na escola desde a última sexta até este domingo, em busca da solução para este desafio que toca diretamente na questão do saneamento básico. Este esquema chama-se “demoday”, muito utilizado na concepção de startups. Durante o Grand Prix, o público também pôde participar assistindo a duas palestras gratuitas sobre indústria 4.0.

Projeto Yellow Power foi o vencedor do desafio
Ilustração: divulgação
Representante do grupo vencedor na apresentação do projeto
Fotos: Lucas Alves | Bellafoto