Blog


Com propostas de soluções inovadoras e tecnológicas para os desafios da indústria, seis equipes das unidades da Firjan SENAI Vicente de Carvalho, Três Rios, Resende e Barra do Piraí, tiveram seus projetos selecionados para serem pré-acelerados, de janeiro a abril de 2024, e receberão uma consultoria para ajudar na fase de incubação das ideias. Ao todo, 16 times participaram da competição, na última sexta-feira (01/12), representando 9 unidades do estado. ​

O objetivo do programa é promover o empreendedorismo, a criatividade e a cultura de inovação por meio do desenvolvimento de negócios inovadores desde a concepção, planejamento, execução até a apresentação e negociação com possíveis investidores

“Os Projetos Integradores têm diversos pontos positivos, entre eles, ampliar a integração entre escola, empresas e os alunos, trazendo propostas de soluções para os desafios reais dos setores da indústria”, ressalta Edson Melo, gerente de educação profissional da Firjan SENAI.

Aluna do curso de Eletroeletrônica, na unidade de Barra do Piraí, Alice Maia e sua equipe GLT, criaram um Gabarito do Limpa Trilho, produto capaz de impedir o empenamento do limpa trilho de locomotivas, que consegue identificar em tempo real o desnivelamento dos trilhos e se o asfalto está acima dos níveis padrões. “Foi desafiador desenvolver algo novo em tão pouco tempo, alguns obstáculos para montar tudo e desenvolver o design do produto, mas foi uma ótima experiência, com muitos aprendizados e nos ensinou a trabalhar em equipe para resolver problemas”, conta a estudante de 19 anos, que já estava confiante pela classificação: “Nos empenhamos muito durante o processo, então quando veio o resultado foi uma satisfação enorme por saber que todo o esforço valeu a pena”, afirma.

A Unidade de Barra do Piraí teve mais duas equipes selecionadas: Equipe Snack Panc, para atender o setor de Alimentos e Bebidas, que desenvolveu um snack para suprir a demanda vegana e vegetariana no mercado. E a Equipe RLB, que criou um conjunto de laser verde que gira em vários sentidos para espantar os pássaros do armazém.

Já a equipe de Resende, desenvolveu o projeto SIIAS, um Sistema de Irrigação Inteligente e Autossuficiente, que tem como desafio captar águas de precipitação, armazená-las em uma cisterna e utilizá-la para irrigação, bem como, a utilização da energia solar fotovoltaica OFF GRID para o funcionamento dos acionamentos elétricos, dos sistemas de controle. A Equipe Eletroshadow, de Três Rios, criou uma caixa para guarda de ferramentas automatizada que foi desenvolvida com o uso de sensores capacitivos, condutores e LOGO versão V8 da Siemens. Os alunos da Unidade de Vicente de Carvalho, Equipe BIOTECH, desenvolveram um equipamento que produz biogás e biofertilizante.


​ ​